Excesso de resíduos nas bocas de lobo tem impactado na limpeza urbana em GV

03/08/2022 15h43

Barro...muito barro, folhas, saco de lixo e restos de materiais de construção. Esses são alguns dos muitos materiais que têm sido encontrados pelas equipes da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU), durante a limpeza das bocas de lobo de Governador Valadares. Desde a última enchente, os trabalhos têm se  concentrado nos bairros ribeirinhos como São Paulo, Universitário, Ilha dos Araújos e Santa Rita, sem deixar de atender às demandas dos demais bairros da cidade que chegam à SMOSU.

No momento, 50 ruas nos bairros ribeirinhos já foram atendidas e as equipes estão atuando na Rua Quintiliano Costa, no Santa Rita. Em setembro, os trabalhos vão se concentrar no centro da cidade, com o objetivo de reduzir pontos de alagamentos e facilitar o escoamento das águas, antecipando o período das chuvas.

E para auxiliar no serviço de limpeza, o departamento conta com o apoio de um caminhão hidrojato, que utiliza jato sob pressão de água, para agilizar os trabalhos. Em sua estrutura, o caminhão conta com um tanque de água e um reservatório para sucção e limpeza das bocas de lobo.

A Secretaria lembra que esse acúmulo de lixo e resíduos encontrado frequentemente nas bocas de lobo só revela que não basta a ação do poder público. "A participação da população é fundamental para evitar o entupimento das bocas de lobo, visto que muitos mantêm o mau hábito de jogar lixo nas ruas. Jogar o lixo em locais adequados é uma das melhores formas de se evitar os alagamentos que trazem transtornos na cidade", destacou o secretário Robson Campos.

COMPARTILHE:
MAIS NOTICIAS
Acessem nossas redes sociais:
© 2022 — JORNAL DOS VALES - Todos os direitos reservados