Escolas públicas em destaque

Mostra vai exibir trabalhos de estudantes e professores

Educação, outro eixo temático da 13ª CineOP, vai falar sobre ?Escolas: memórias do futuro? que, segundo Raquel Hallak, organizadora do evento, vai prestar uma homenagem às escolas públicas do Brasil e discutir a importância dessas instituições. Uma novidade desta edição é que os filmes que serão exibidos incluem trabalhos audiovisuais de estudantes, professores e cineastas. Ao todo, 69 curtas produzidos em contexto escolar foram selecionados para compor a mostra, que também vai apresentar 15 projetos audiovisuais comunitários. 

Já a Mostra Preservação terá como tema ?Fronteiras do patrimônio audiovisual?, que traz para debate a indústria cinematográfica, o mercado e arquivo e o diálogo internacional do Brasil com instituições de guarda e manutenção de acervos. O multiartista norte-americano Bill Morrison, conhecido por mesclar vanguarda e preservação em seu trabalho, é um dos convidados. Ele vai apresentar o longa-metragem ?Dawnson City: Tempo Congelado? e ministrar a masterclass ?Processo de criação, pesquisa e os arquivos audiovisuais?. 

Variedade. Além dos debates e da exibição dos filmes, a 13ª CineOP contará com apresentação de artistas como Tom Zé e Marcelo Veronez. ?Haverá artistas da nova geração e também locais?, revela Raquel, ressaltando que os shows acontecerão todas as noites após a exibição dos filmes.

O festival também terá lançamento de livros e um cortejo, no sábado, para celebrar os 80 anos de tombamento de Ouro Preto como Patrimônio Mundial da Humanidade. 

No domingo, haverá uma programação especial para quem gosta de futebol ? a partir das 15h, será exibido o primeiro jogo da seleção brasileira na Copa da Rússia.

A CineOP acontecerá no Centro de Convenções de Ouro Preto, no Cine Vila Rica e na praça Tiradentes.