Chará nega comparação com Coutinho e espera aumentar qualidade do Atlético

Cercado de expectativas, o atleta rechaçou qualquer comparação com o brasileiro Philippe Coutinho

Após a Copa do Mundo, os torcedores atleticanos terão que exercitar o espanhol para saudar um dos grandes reforços trazidos pelo clube para a sequência do Campeonato Brasileiro: Yimmi Chará. Depois de muitas pronúncias, algumas até equivocadas, o próprio jogador revelou, em sua apresentação oficial, na Cidade do Galo, como é a sonoridade do seu nome. Cercado de expectativas por chegar em um dos maiores clubes do futebol brasileiro, o atleta rechaçou qualquer comparação com o brasileiro Philippe Coutinho. O ex-jogador colombiano Víctor Aristizábal, que passou por São Paulo, Santos, Cruzeiro e Vitória, no Brasil, disse, em um programa na Colômbia, que Chará era melhor do que Coutinho. ?A expectativa é muito grande por chergar em uma instituição como essa, em um clube de futebol como esse. Estou me preparando muito bem para mostrar coisas importantes para a equipe?, disse. Eu creio que não é bom fazer comparações. Sabemos da qualidade que ele tem (Philippe Coutinho), por tudo que ele tem feito no Barcelona. Eu me considero um jogador muito bom, um profissional muito bom. Espero poder transmitir tudo isso nos treinos e nos jogos. Será uma boa chance para aprender e melhorar?, completa. Com oito convocações pela seleção colombiana, Chará lamentou sua ausência na lista final para a Copa, porém ressalta que será importante a sua presença na Cidade do Galo para ficar no mesmo nível dos seus novos companheiros. ?Tem jogadores na Colômbia passando por bons momentos, tem atletas jogando na Europa. E acho que isso foi fundamental. Eu tinha muita vontade de estar no Mundial, mas infelizmente não foi possível. Estou com a mente forte para ajudar meus companheiros. E será importante estar aqui para estar no mesmo nível físico (do elenco), afirma. O jogador disse que o seu forte é atuar pelas pontas e que aprendeu, ao longo dos anos, a jogar também em outras posições. ?Boa parte da minha carreira foi jogando pelas beiradas, é o meu forte. Me sinto muito tranquilo jogando pelas beiradas. Mas neste tempo (de carreira) também aprendi a jogar em muitas outras posições, o que me ajudou a ajudar mais quando estou em campo?, finaliza. Yimmi Javier Chará Zamora é natural de Cali, na Colômbia. Ele tem 27 anos e passou por seis clubes na carreira antes de chegar ao Atlético:
  • 2009 - Centauros Villavicencio (COL)
  • 2010 / 2014 ? Deportes Tolima (COL)
  • 2015/2017 ? Monterrey (MEX)
  • 2015 ? Atlético Nacional (COL)
  • 2016 ? Dorados de Sinaloa (MEX)
  • 2017/2018 ? Junior Barranquilla (COL)
  • 2018 ? Atlético
Ele foi campeão da Copa da Colômbia (2014), do Campeonato Colombiano (2015) e a Copa da Colômbia (2017). Confira os outros trechos da entrevista de Yimmi Chará:RECEPÇÃO NO GALO
É uma equipe muito humana, essa foi a sensação que eu tive. Me passaram muita alegria e tranquilidade. Fico feliz por chegar a um grupo assim. Tenho muita motivação para esse novo desafio ADAPTAÇÃO
Quando se Encontra jogadores dessa qualidade, a gente tem mais facilidade de adaptação. Esperamos que seja assim. É esperar para me adaptar e saber a minha posição em campo. ALTO INVESTIMENTO
Independentemente dos valores, chegar a clubes como este aumentam a nossa responsabilidade. Sabemos que precismos nos preparar para enfrentar cada partida. Eu me considero um grande profissional e esperamos fazer grandes coisas por esta instituição. NOVO CLUBE
É um grande clube, tem uma grande torcida. Pelo que vi pela televisão e pelo que me disseram pelas redes sociais, eu tive boas sensações. Esperamos colocar tudo isso dentro de campo. ÍDOLOS
São muitos jogadores, como Ronaldo, Ronaldinho. Eles me motivam. Era impressionante o que eles transmitiam. É impossível não aprender com eles. FUTEBOL BRASILEIRO
Para qualquer jogador sul-americano, estar no futebol brasileiro é uma oportunidade grande. É aprender e seguir crescendo como jogador. Esperamos que seja tudo lindo. Espero poder retribuir toda essa confiança que eles estão colocando em mim. BRASILEIRÃO
É único campeonato que estamos disputando. Temos grandes jogadores e estamos melhorando a nossa situação na tabela. Esperamos que, com a minha chegada, o grupo se fortaleça, possa ir bem nas partidas para que consigamos conquistar os nossos objetivos.