Quatro escolas em Teófilo Otoni foram contempladas na 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio

O programa conta com o apoio do Mucuri Valley – ecossistema local de startups, tanto na divulgação quanto cedendo voluntários, palestrantes e mentores para as turmas de alunos.

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), em parceria com a Secretaria de Educação (SEE) e a Junior Achievement, divulgou, na tarde de quarta-feira, 18, o resultado final da segunda edição do programa Meu Primeiro Negócio, com a lista das 400 escolas escolhidas que receberão a iniciativa em 2018. As 400 escolas são de 199 cidades mineiras e foram selecionadas entre 808 instituições inscritas, de mais de 300 municípios.

Em Teófilo Otoni, além da Escola Estadual de Liberdade, selecionada no ano passado, mais três farão parte do programa este ano: EE Alberto Barreiros, EE São Sebastião e EE Doutor Waldemar Neves da Rocha.

O programa conta com o apoio do Mucuri Valley – ecossistema local de startups, tanto na divulgação quanto cedendo voluntários, palestrantes e mentores para as turmas de alunos. Outras cidades da região que tiveram escolas selecionadas foram Nanuque (2), Carlos Chagas (2), Ataleia (1), Itambacuri (1) e Ladainha (1).

Como funciona

O programa tem como objetivo promover a cultura empreendedora entre alunos do ensino médio de escolas públicas estaduais, por meio da criação e gestão de empresas estudantis. A segunda rodada será realizada com a mesma metodologia utilizada no ano passado. Serão 12 semanas em que os participantes aprenderão conceitos de mercado, comercialização e livre iniciativa, sendo acompanhados por profissionais das áreas de marketing, finanças, recursos humanos e produção. Como resultado, os jovens serão imersos em uma jornada de educação empreendedora do começo ao fim do programa, tendo, assim, a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho com mais capacitação.

Lista de espera

Além do resultado, também será disponibilizada uma lista de espera. Para prosseguir com o programa, as escolas devem indicar um professor responsável, via formulário digital, e, caso essa indicação não ocorra ou o professor indicado não esteja apto para receber as horas referentes ao programa, requisitos estabelecidos pela Secretaria de Educação, as escolas selecionadas serão substituídas pelas escolas da lista de espera, conforme ordem de classificação. A lista completa das escolas selecionadas e mais informações podem ser conferidas no site: meuprimeironegocio.mg.gov.br