Projeto da Cenibra instala fossas sépticas no Vale do Rio Doce


Pelo menos 200 famílias da região da Bacia do Rio Doce deverão ser beneficiadas com a instalação de fossas sépticas em suas casas. O projeto, que foi iniciado em 2019, tem o apoio do Cenibra, que concedeu o benefício para moradores rurais dos municípios de sua área de atuação. As fossas são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico nas quais são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto. É uma maneira simples e barata de disposição dos esgotos indicada, sobretudo, para a zona rural ou residências isoladas.

“O modelo adotado é de uma estação compacta de tratamento de esgoto doméstico, composta por reator e filtro anaeróbio unificados, com capacidade para tratar, adequadamente, até 500 litros de esgoto doméstico por dia. Esse equipamento tem capacidade de remoção de até 80% da carga poluidora dos esgotos domésticos, resultando em um efluente de baixo potencial poluidor, que é devolvido ao meio ambiente”, explicou Edson Valgas de Paiva, especialista máster do Departamento de Meio Ambiente e Qualidade da Cenibra.

Segundo ele, a primeira fase ocorreu em 2019 e contemplou 100 moradias na zona rural de Peçanha. Já a segunda etapa foi entre 2020 e 2021 e beneficiou outras 100 propriedades, também da zona rural de outros 28 municípios. Além dos benefícios gerados na melhoria da saúde e do bem-estar dos produtores, o projeto contribuiu para promover a adequação ambiental das propriedades aos requisitos de legislação ambiental e às normas de certificação florestal.