Retomada turística registra crescimento em Minas

Feriado de Tiradentes deve mobilizar mais de 278 mil pessoas. Estado também se destaca como destino nas buscas em plataformas digitais

Foto: MturPedro Vilela

Rua Direita, em Ouro Preto

Depois de dois anos de inercia, por causa da pandemia, o setor turístico voltou a apresentar sinais de crescimento em Minas. Segundo dados do governo estadual, a expectativa de movimentação neste período do feriado de Tiradentes reúne números positivos. De acordo com levantamento realizado pelo Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG), mais de 127 mil pessoas devem passar pela rodoviária de Belo Horizonte até a próxima segunda-feira, 25.

O volume representa 182% de crescimento na quantidade de passageiros verificada no mesmo feriado em 2021 (cerca de 45 mil pessoas), período em que as medidas de proteção à pandemia limitavam as viagens e deslocamentos. Para 2022, devem ser contabilizadas 2,5 mil partidas (cerca de 62% a mais que em 2021) e 2,6 mil chegadas de ônibus

No Aeroporto de Confins, a projeção está próxima de 151 mil pessoas de passagem pelo terminal, em um total de 1,3 mil, entre embarques e desembarques, também entre 20 e 25/4. O número é superior ao feriado da Semana Santa (14 a 18), período em que foram estimados 130 mil passageiros e 1,1 mil voos.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, a expectativa para o feriado de Tiradentes é um indício de que Minas Gerais tem se tornado uma tendência no turismo nacional. Para o titular da pasta, as diversas ações que vêm sendo realizadas no âmbito da recuperação turística asseguram ao estado uma posição de destaque entre os destinos brasileiros.

“Minas tem sido buscada por diversos turistas no país inteiro, justamente por essa transversalidade entre cultura e turismo. As atrações culturais e as opções turísticas por aqui fazem de nosso estado um lugar de interesse e descobertas. Os números positivos indicados para o feriado de Tiradentes refletem muito isso, que tem a ver com uma busca pela tradição, pela hospitalidade, e claro, toda a mineiridade que tem nos definido”, destaca.

Durante o feriado da Semana Santa, os números já consolidados pelo Observatório do Turismo de Minas Gerais (OTMG) também indicaram uma recuperação plena do setor. Na capital, por exemplo, a taxa de ocupação hoteleira foi de 47,61%, entre os dias 10 e 16/4. Nesse período, o segmento registrou faturamento total de R$ 5,5 milhões.