Governo inicia privatização de parques nacionais


Depois de vender, ou melhor dizendo, conceder a exploração de rodovias, aeroportos e saneamento, chegou a vez do Governo Federal fazer o leilão de parques nacionais. Só neste ano, a expectativa é de realizar dez leilões até setembro, segundo o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico).

A instituição calcula que haja 8,4 milhões de hectares de unidades de conservação que podem ser concedidos para a iniciativa privada – isso equivale ao tamanho da Áustria Nesta primeira leva, serão oferecidos três parques que fim em Minas Gerais: Serra da Canastra, Serra do Cipó e Caparaó.

Além deles, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, localizado no Rio de Janeiro, e a Floresta Nacional de Ipanema, que fica em São Paulo, também serão privatizados.










|