Edu decide, Cruzeiro vence Uberlândia e retoma liderança campeonato mineiro

Atacante marcou o gol do triunfo que recolocou a Raposa na ponta do Estadual

Edu voltou a marcar gol decisivo, que garantiu vitória do Cruzeiro no Horto

Com mais um gol decisivo de Edu, o Cruzeiro venceu o Uberlândia por 2 a 1, na noite desta quinta-feira (17), no Independência. A Raposa alcançou 18 pontos com o triunfo, retomou a condição de líder do Campeonato Mineiro e abriu seis de diferença para a Caldense, primeira equipe fora da zona de classificação para a próxima fase do Estadual.

Além de Edu, marcaram nesta noite o lateral-esquerdo Matheus Bidu, em belo gol de falta, e o meia Nailson para o Uberlândia. O time do Triângulo Mineiro reclamou muito de um pênalti não marcado pelo árbitro Murilo Francisco Misson aos 15' do segundo tempo, quando a bola bateu no braço aberto do zagueiro Oliveira, do Cruzeiro.

O ponto negativo da partida foi fora de campo. Torcedores relataram grande dificuldade para acessar o estádio do Horto. Muitos cruzeirenses não conseguiram sequer assistir ao gol de Bidu, marcado no fim da primeira etapa.

Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o Villa Nova no mesmo Independência. O duelo está marcado para as 11h de domingo (20). Já o Uberlândia, que volta ao Triângulo Mineiro, tem pela frente o compromisso diante da Caldense, às 19h de terça (22), no Parque do Sabiá.

O jogo

Como de costume desde a chegada do técnico Paulo Pezzolano, o Cruzeiro foi protagonista das ações ofensivas na etapa inicial do duelo contra o Uberlândia. Com 70% da posse de bola, a Raposa amassou o time do Triângulo e quase marcou em pelo menos três oportunidades, duas delas com Edu, aos 26' e aos 33'.

Falhas no acabamento e na conclusão das jogadas impediram o gol mais cedo do Cruzeiro. Contudo, de bola parada, já na reta final do primeiro tempo, o time celeste conseguiu balançar a rede do Independência e sair na frente do placar. Aos 37', o lateral-esquerdo Matheus Bidu cobrou falta no lado direito e acertou o ângulo de Rafael Roballo.

1 a 0.

Atrás do marcador, o Uberlândia voltou do intervalo menos recuado e buscando forçar o erro do Cruzeiro. Disperso, o time celeste viu o adversário igualar o placar aos 10'. Eduardo Brock falhou na cobertura, Nailson aproveitou sobra e marcou. 1 a 1. A resposta foi muito rápida. No minuto seguinte, o artilheiro Edu não desperdiçou chance dentro da área e estufou a rede do Independência: 2 a 1.

O jogo ganhou movimentação, uma vez que o Uberlândia abriu espaços com a nova estratégia. Aos 15', a bola tocou no braço aberto de Oliveira, dentro da área, e o time do Triângulo cobrou muito um pênalti não marcado pelo árbitro Murilo Francisco Misson Júnior. O técnico Paulo Foiani chegou a ser advertido com cartão amarelo pelas reclamações contundentes.