IPVA 2022 pode ficar até 30% mais em 2022

Foto: Marcelo Luciano

Os valores do imposto são calculados com base nos preços praticados na tabela Fipe

O próximo ano ainda nem começou, mas já antecipa uma pésssima notícia para os sofridos contribuintes mineiros. É o aumento dos valores a serem cobrados no próximo IPVA, cuja arrecadação já é feita à partir de janeiro. A previsão é que o famigerado imposto suba algo em torno de 14% a 27% em comparação com o que foi pago em 2021, dependendo do modelo do veículo.

Considerando que a alíquota do imposto cobrado pela Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG) é de 4% para os automóveis, os donos de um Gol usado deverão arcar com um IPVA 25,49% mais caro no ano que vem, enquanto quem tem um Uno vai pagar um imposto 14,56% maior, podendo chegar a até 27,12% no caso do Corolla.

Esse aumento é devido à elevação do preço dos automóveis no Brasil em 2021, por causa da escassez de peças e componentes eletrônicos enfrentados pela indústria automotiva durante a pandemia, com fila de espera para a compra de um carro novo, e a consequente valorização dos usados, diante da alta demanda.

Segundo a tabela Fipe, o valor médio de um carro usado subiu 24,9% entre outubro de 2020 e setembro deste ano. Os carros zero tiveram aumento de 20,72% no mesmo período, enquanto os veículos usados ficaram, em média, 30,25% mais caros.