Caminhoneiros armam nova greve para novembro


Se depender da vontade grupos de caminhoneiros, o país pode enfrentara uma nova greve da categoria, de até 15 dias, à partir de 1º de novembro. O motivo? As constante altas nos preços dos combustíveis e a falta de uma solução, seja por parte do governo federal do ou estadual.

Segundo informações do Portal De Fato, os caminhoneiros exigem, além da baixa nos valores, que o governo cumpra com a promessa do frete mínimo. Outra reivindicação é o retorno da aposentadoria especial após 25 anos de contribuição ao INSS.

A novimentação para esta greve vem sendo realizada através das redes sociais e conta de apoio de deputados estaduais e federais, além de outras lideranças Brasil afora.

Em 2021, o diesel e o gás de cozinha já acumulam alta de 38%. A gasolina subiu 51% no mesmo período. O último reajuste, de 8,9%, foi anunciado pela Petrobrás em 28 de setembro. A estatal justifica o aumento como reflexo da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo e da taxa de câmbio