Ministério do Turismo anuncia volta de cruzeiros marítimos

Com a expectativa de gerar pelo menos 35 mil postos de trabalhos e injetar pelo menos R$ 2,5 bilhões na ecomnomia, o Ministério do Turismo anunciou neste final de semana a retomada, à partir de novembro da temporada de cruzeiro marítimos no litoral brasileiro.

Após a publicação da portaria, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) editará uma norma com os protocolos sanitários. As viagens também deverão respeitar as regras das cidades onde os navios atracarem.

Para a temporada de cruzeiros 2021/2022, que vai de novembro até abril do próximo ano, estão previstos sete navios, informou o Ministério do Turismo. As embarcações devem ofertar mais de 566 mil leitos, 35 mil a mais que na temporada 2019/2020, e farão cerca de 130 roteiros e 570 escalas em portos brasileiros.

Entre os destinos previstos, estão Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Angra dos Reis, Balneário Camboriú, Búzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Itajaí, Maceió, Porto Belo, Recife e Ubatuba.