Anvisa libera testes de medicamento para pneumonia associada à covid

Estudo será conduzido pelo Hospital Albert Einstein


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de pesquisas clínicas para avaliar a eficácia de um medicamento para o tratamento de pneumonia associada à covid-19, o leronlimabe.

O estudo será conduzido pelo Hospital Albert Einstein. O procedimento aprovado será da chamada Fase 3, voltada para avaliar a eficácia e segurança de pacientes com pneumonia, mas que não estão com suporte de ventilação mecânica ou que foram intubados.

Os testes usarão o método chamado “duplo-cego” controlado com placebo, em que uma parte dos voluntários receberá o medicamento e a outra, não, para comparar os resultados de cada um dos grupos.

O leronlimabe atua como inibidor, bloqueando a infecção das células. Segundo a Anvisa, caso tenha sua eficácia comprovada, o medicamento pode ajudar pessoas com quadros moderados de pneumonia causados pela covid-19.

O desenvolvimento do medicamento e o teste são de responsabilidade da empresa estadunidense CytoDyn. No Brasil, a empresa é representada pela Biomm.