Polícia encontra ossadas humanas em cemitério clandestino

Trabalhadores da Prefeitura de Valadares auxiliaram os policiais, usando máquinas para fazer as escavações.

Foto: Divulgação/PCMG

Nesta terça-feira (20/7), policiais civis e militares, com o apoio de militares do Corpo de Bombeiros e do cão farejador Bono, encontraram três ossadas em um cemitério clandestino denunciado por moradores do Bairro Atalaia, em Governador Valadares.

As ossadas foram levadas para o Instituto Médico-Legal (IML) e, de acordo com informações preliminares, tratam-se, possivelmente, de duas pessoas do sexo masculino e uma do sexo feminino, que estavam desaparecidos há alguns meses.

Os corpos sepultados no "cemitério clandestino" podem ser de vítimas de julgamentos realizados por organizações criminosas que atuam na região da Ibituruna, formada por bairros localizados no sopé do Pico da Ibituruna, dentre estes, o Bairro Atalaia.

O delegado Márdio Bento Costa, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida e Pessoas Desaparecidas, acredita que os restos mortais sejam de pessoas que teriam sido mortas em datas distintas, por estarem envolvidas em crimes de disputa de territórios entre gangues.