Vale do Aço continua na onda vermelha do Minas Consciente

De acordo com os dados divulgados pelo Governo de MG, só uma região está na onda verde

Apenas a região do Triângulo do Sul permanece na onda verde do programa Minas Consciente. A região Triângulo do Norte, que também estava na onda verde, regrediu para onda amarela. O Vale do Aço se mantém na onda vermelha.

De acordo com o governo estadual, oito regiões de Minas Gerais estão na onda vermelha. A macrorregião Sul regrediu da onda amarela para a onda vermelha, se juntando a outras sete regiões. A onda vermelha, a mais restritiva do plano, permite apenas o funcionamento de serviços essenciais como farmácias, supermercados, padarias e bancos.
Foto: Divulgação


Segundo o governo mineiro, a macrorregião Triângulo do Norte foi orientada a regredir da onda verde para a onda amarela. As mudanças, válidas por uma semana, visam manter o equilíbrio do cenário pandêmico e fazem parte das orientações para as regiões de Minas Gerais sobre a retomada segura das atividades econômicas.

Desta forma, oito das 14 macrorregiões se encontram na onda vermelha, sendo elas: Jequitinhonha, Leste, ​Leste do Sul, Nordeste, Vale do Aço, Sudeste, Centro-Sul e Sul. Outras cinco estão na onda amarela, sendo elas: Centro, Norte, Noroeste, Oeste e Triângulo Norte. Já a região Triângulo Sul permanece na onda verde.

Ainda conforme o governo, a análise do panorama, dos dados do Minas Consciente, ressalta a necessidade de a população do estado reforçar as medidas de distanciamento social e prevenção durante as celebrações do Natal e Ano Novo.