Preço da gasolina aumenta 17% desde maio

Combustível fechou a primeira quinzena de dezembro a R$ 4,684; valor médio do litro já está maior do que o registrado no mês de março

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), a gasolina apresentou aumento de 17% do mês de maio até o fechamento da primeira quinzena de dezembro, atingindo patamares cada vez mais próximos ao período pré-pandemia. O combustível, que foi registrado na média de R$ 4,684 o litro nos primeiros quinze dias do mês, já está maior do que o valor encontrado nas bombas no mês de março - quando apresentou a média de R$ 4,628.
Foto: Divulgação/ Agência Brasil


Ainda segundo o levantamento, a gasolina está 1,4% mais cara do que a registrada no fechamento do mês de novembro, mas segue compensando mais na relação 70/30 do que o etanol em 23 estados brasileiros.

No comparativo das regiões brasileiras, a gasolina mais cara foi encontrada na Região Centro-Oeste, comercializada a R$ 4,764 o litro. A Região Sul figurou com o valor mais barato, a gasolina foi vendida na média de R$ 4,470 nas bombas.