Prefeitura de Ipatinga notifica Copasa por acidente

A empresa foi notificada após um acidente no Vale do Sol

Nesta segunda-feira (9), diante de relatos sobre um forte odor percebido na água potável que abastece parte dos domicílios do bairro Vale do Sol, a Prefeitura de Ipatinga designou equipes da Vigilância Sanitária e de Serviços Urbanos e Meio Ambiente a comparecerem imediatamente ao núcleo habitacional, a fim de averiguar a situação e determinar a tomada de providências urgentes pela concessionária dos serviços de água e esgoto no município.

A ocorrência foi gerada por ação de responsabilidade exclusiva da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), enquanto realizava trabalho de reparo em rede de esgoto no local, que resultou na intercomunicação do material sanitário com a rede de água.

Diante do ocorrido, o município expediu oficialmente, por meio do Departamento de Energia e Saneamento da Sesuma, ainda nesta segunda-feira, uma notificação à concessionária dos serviços de água e esgoto por Descumprimento Contratual.

A empresa foi advertida de que “a continuidade e a qualidade dos serviços públicos são quesitos essenciais para a prestação dos serviços concedidos, em especial os de água e esgoto”, ressaltando que “o fato narrado constitui falta grave na condução do contrato de concessão”.

Foi exigido o urgente restabelecimento da situação, assim como efetivas medidas reparadoras em favor das famílias atingidas.

Paralelamente, a equipe de Vigilância Sanitária realizou coletas de amostras de água em três pontos distintos, para análise de turbidez, nível de concentração de cloro e verificação de percentual de coliformes fecais. Os resultados vão determinar o grau das sanções administrativas a serem tomadas.

Após a rigorosa notificação, a empresa informou que fez manobra de esgotamento de todas as redes abaixo da rua Maçarico. Sob acompanhamento da fiscalização da PMI, técnicos da Copasa desenvolviam, na tarde desta segunda-feira, um trabalho de mobilização e orientação junto às residências atingidas.

A Prefeitura exigiu da Copasa o total acompanhamento social às famílias atingidas. A empresa deverá, também, encaminhar ao poder concedente relatório circunstanciado de todo o evento.