Galo vence, mas não foi o suficiente para avançar na Sul-Americana

Atlético venceu por 2 a 0 a equipe do Unión, mas precisava de mais um gol para levar a partida para os pênaltis

Foto: Bruno Cantini/Atlético


Com dois gols no primeiro tempo, o Galo chegou muito perto de reverter a vantagem do Unión, mas perdeu chances claras de gol e deixou a Copa Conmebol Sul-Americana, apesar da vitória por 2 a 0.

O jogo foi disputado na noite desta quinta-feira (20), na Arena Independência, em Belo Horizonte. No jogo e ida, em Santa Fe, a equipe argentina venceu por 3 a 0.

Com a torcida fazendo a sua parte, o Galo foi para cima desde o início e abriu o placar aos 16 minutos, em linda cobrança de falta de Otero.

Aos 26, Réver sofreu pênalti e Hyoran cobrou no canto direito para ampliar o marcador.

Ainda no primeiro tempo, após receber passe de Hyoran, Nathan perdeu grande oportunidade, parando na boa defesa do goleiro Moyano.

No segundo tempo, aos nove minutos, Otero cobrou falta pela direita e a bola saiu por cima do gol, após desvio de Jair.

A melhor chance da etapa final foi nos pés de Guilherme Arana, que recebeu passe de Hyoran na área e finalizou para outra defesa do goleiro argentino, em lance ocorrido aos onze minutos.

Aos 15 minutos, Otero tentou fazer mais um em cobrança de falta perto da área e a bola explodiu na barreira. Aos 33, Hyoran chutou de fora da área e Moyano fez grande defesa no canto direito.

O Galo ainda teve outra boa oportunidade em falta próxima à grande área, mas Hyoran cobrou por cima do gol.

O Atlético volta a campo na próxima quarta-feira (26) para enfrentar o Afogados-PE, no jogo único da segunda fase da Copa do Brasil. A partida será realizada às 21h30, no Estádio Municipal Valdemar Viana de Araújo, o Vianão, na cidade de Afogados da Ingazeira, no interior de Pernambuco.

Atlético

Atlético
Michael; Gabriel, Réver (Maidana), Igor Rabello, Guga (Ricardo Oliveira), Jair, Nathan, Otero (Marquinhos), Guilherme Arana, Hyoran e Di Santo.
Técnico: Rafael Dudamel

Unión
Moyano; Blasi, Calderón, Bottinelli, Corvalán, Elías, Javier Méndez, Cabrera, Milo (Bonifácio), Carabajal (Troyansky), Walter Bou (Mazzola).
Técnico: Leonardo Madelón

Árbitro: Nicolas Gallo (COL)
Assistentes: Sebastian Vela (COL) e Wilmar Navarro (COL)
4º Árbitro: Juan Nelio Garcia (BOL)
Assessor de árbitros: Marlon Escalante (VEN)
Cartões amarelos: Nathan, Maidana (Atlético); Calderón, Elías, Javier Méndez, Milo, Troyansky (Unión)