Audiência pública vai discutir proposta de transformar todos assentos dos ônibus em preferenciais

Vereadores integrantes da Comissão de Transporte Público querem ouvir a população antes de enviar o Projeto de Lei nº 155/19 para o Plenário

Divulgação: CMI


A proposta que pretende transformar todos os assentos no transporte público em preferencias irá ser tema de audiência pública na Câmara. Vereadores da Comissão de Urbanismo, Transporte, Trânsito e Meio Ambiente querem ampliar o debate sobre o tema antes de enviar o Projeto de Lei nº 155/19, de autoria da parlamentar Lene Teixeira (PT), para votação final pelo Plenário. A decisão, anunciada na última sexta-feira, suspendeu a tramitação da matéria até a realização da audiência, ainda sem data definida.

A intenção, segundo o presidente da Comissão, vereador Ley do Trânsito (PSD), é ouvir associações comunitárias, entidades, empresa de transporte público e população antes de tomar a decisão sobre o assunto.

Segundo a proposta, idosos com idade igual ou superior a 60 anos, obesos, mulheres grávidas ou com crianças de colo, lactantes e pessoas com deficiência física passariam a ter preferência em qualquer assento. Atualmente, 10% dos assentos são destinados a esses grupos preferenciais.