Ponte que liga as cidades de Timóteo e Cel. Fabriciano é reinaugurada e liberada para tráfego

Após longa espera, ponte vai aliviar o trânsito no centro de Cel. Fabriciano

Foto: PMCF


A Ponte sobre o Rio Piracicaba (ligando as cidades de Coronel Fabriciano e Timóteo pela Avenida Tancredo Neves e o Trevo da Sinterização) está liberada para o trânsito de veículos, incluindo caminhões e ônibus. A solenidade de entrega da obra de reforma e redimensionamento da “Ponte Velha” aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (20).

Além dos prefeitos Marcos Vinicius (Cel. Fabriciano) e Douglas Willkys (Timóteo), a solenidade foi acompanhada por lideranças empresariais, comunitárias, clubes de serviços, associações comerciais e empresariais, políticos de todo o Vale do Aço, incluindo prefeitos de cidades vizinhas, vereadores e deputados estaduais e federais. Dentre os presentes, os deputados estaduais Celinho do Sinttrocel e Tito Torres e federais, Enéias Reis, Alê Silva e Domingos Sávio além de centenas de populares.

A obra estrutural foi concluída no final da semana passada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A empresa responsável pelos serviços na “ponte velha” foi a Vereda Engenheira Ltda, licitada pelo órgão federal em novembro de 2018. Antes, foram abertos dois editais para execução do projeto, mas ambos deram desertos.

Já a parte da sinalização e iluminação com luminárias de LED foi realizada em parceria pelas Prefeituras de Fabriciano e Timóteo.

História

A Ponte foi completamente interditada em janeiro de 2019 para sua reforma. Mas ao longo de sete anos, o acesso de veículos pesados foi impedido e o de veículos leves, prejudicado. Neste período, o trânsito foi desviado para ponte Mariano Pires, que iliga o trevo do bairro Alegre, em Timóteo, ao Centro de Coronel Fabriciano, o que gerou sobrecarga no único acesso entre as duas cidades e aumentou trajeto em 2,5 km (do trevo de Fabriciano ao Trevo de Timóteo).

A liberação da Ponte representa um alívio e esperança de dias melhores para os empresários e comerciantes instalados nas imediações da ponte, sobretudo, da Avenida Tancredo Neves. “Acompanhei todo este processo e como empresário tive de adaptar para manter atender e atrair novos clientes para manter o nosso negócio em funcionamento. Mas não perdi a esperança, fiz investimentos e a expectativa é a melhor possível. O fluxo de veículos também trará mais fluxo de clientes”, comenta Sadi Lucca, proprietário da Churrascaria Encantado.

O projeto da reforma da Ponte que liga Fabriciano a Timóteo representou investimento de R$ 9,8 milhões, em recursos do governo Federal. A obra contemplou reforço fundação, pilares e vigas; modificação na geometria, com inclusão de passeio na lateral direita e redimensionamento da estrutura para 45 toneladas, podendo a ponte receber caminhões e carretas de qualquer porte.

Com 125,62 m de extensão e 10 m de largura, a Ponte cruza o Rio Piracicaba, BR 381 e a Estrada de Ferro Vitória-Minas, e liga a Avenida Tancredo Neves, do lado fabricianense e o Trevo da Sinterização em Timóteo. A Ponte foi construída originalmente pela Acesita década de 40 e foi a única ligação entre as duas cidades até 2005, quando houve a inauguração da Ponte Mariano Pires Pontes, a "ponte nova", entre o Centro de Fabriciano e o bairro Alegre, em Timóteo.