Cruzeiro é goleado na Vila e pode terminar a rodada no Z4

Equipe de Abel Braga saiu na frente e até jogou bem no início da partida, mas sofreu a virada e foi presa fácil para time santista

Foto: Marcello Zambrana/Light Press


Jogando fora de casa, o Cruzeiro enfrentou o Santos na noite deste sábado, na Vila Belmiro, interior paulista. Melhor para o time santista, que venceu a Raposa por 4 a 1. O compromisso foi válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol celeste foi anotado por Orejuela aos 13 minutos do primeiro tempo. Em uma bela jogada, o lateral limpou, chutou e abriu o placar do duelo. Eduardo Sasha deixou tudo igual para o Santos, enquanto Marinho, Soteldo e Diego Pituca ampliaram o marcador.

Na quinta-feira, 28 de novembro, o time cinco estrelas volta a jogar diante de sua torcida, no Mineirão, em confronto contra o CSA, válido pela 35ª rodada do torneio nacional.

O Jogo

Ciente da importância da partida para a sequência no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro começou o duelo estudando a equipe adversária, sem se intimidar com as chegadas do Santos. Destaque para a defesa celeste aos 8 minutos com Fábio, que espalmou uma bola difícil de Eduardo Sasha.

Dois minutos depois, o Cruzeiro se apresentou com perigo com o avanço de Orejuela. O lateral azul e branco cruzou para Thiago Neves, que tentou um toque de letra. A bola sobrou dentro da área, mas acabou sendo jogada para escanteio.

Orejuela foi o nome da vez aos 13 minutos. O cruzeirense pegou a bola, foi deixando os adversários para trás, bateu firme e abriu o placar para a Raposa: 1 x 0.

Quando eram decorridos 22 minutos, o Santos chegou pela lateral direita do campo. Eduardo Sasha recebeu a bola dentro da grande área e empatou para o time da casa.

A partida seguiu bastante truncada, com o primeiro tempo terminado em 1 a 1.

Segundo tempo

A etapa final começou com as mesmas características do início da partida, com ambas as equipes se analisando dentro de campo. Aos 8 minutos, o Santos chegou com perigo, mas o zagueiro Cacá não deu chances e cortou antes da bola chegar aos pés do adversário.

O primeiro lance de maior destaque do Cruzeiro aconteceu aos 13 minutos. Em contra-ataque rápido de David, o atacante tocou para Robinho, que limpou e bateu. A bola parou no defensor e voltou para Thiago Neves, que soltou uma bomba por cima do travessão.

Um minuto depois, o Santos desceu rapidamente pela lateral-direita com Marinho. O atacante do Santos marcou o gol da virada da equipe santista: 2 a 1.

Aos 19 minutos, Sanchez chegou pela lateral direita e cruzou rasteiro para dentro da grande área para Soteldo. O atacante da equipe da casa ampliou o placar: 3 a 1.

Antes do fim do jogo, Diego Pituca recebeu passe e, sozinho dentro da área, fechou o placar em 4 a 1.

O Cruzeiro seguiu lutando com as entradas de Joel e Marquinhos Gabriel ao longo do segundo tempo, mas a partida terminou com vitória para o Santos.

Santos 4 x 1 Cruzeiro

Santos - Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Felipe Jonatan (Luan Peres); Alison, Carlos Sánchez e Evandro; Marinho, Eduardo Sasha (Diego Pituca) e Soteldo (Kaio Jorge). Técnico: Jorge Sampaoli.

Cruzeiro - Fábio; Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson, Robinho (Ezequiel) e Thiago Neves (Marquinhos Gabriel); David e Sassá (Joel). Técnico: Abel Braga.

Gols - Orejuela, aos 13, e Sasha, aos 23 minutos do primeiro tempo. Marinho, aos 14, Soteldo, aos 19, e Diego Pituca, aos 44 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Gustavo Henrique, Egídio, Marinho.

Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (RS).

Renda - R$ 266.944,00.

Público - 7.905 pagantes.

Local - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).