Cruzeiro vence o Botafogo no Rio e deixa o Z4

Time Celeste soube segurar a pressão no Engenhão e foi eficiente nos contra-ataques

Marcello Dias/Light Press/Cruzeiro


Com muita emoção, entrega, raça e ambição pelo resultado positivo, o Cruzeiro venceu o Botafogo por 2 a 0, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro e avançou duas posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Os gols da Raposa foram marcados por dois atletas da base cruzeirense. Cacá abriu o placar na primeira etapa, e Éderson fechou o resultado no último lance da partida.

O time celeste, depois de treinar pela manhã no Rio de Janeiro, retorna a Belo Horizonte na tarde desta sexta-feira. Os jogadores se reapresentam na Toca da Raposa 2 no sábado pela manhã e dá continuidade aos trabalhos para o confronto do próximo domingo, contra o Bahia, no Mineirão, às 19h, pela 30ª rodada da competição nacional.

A partida

O jogo começou bastante disputado, com o Cruzeiro tomando mais iniciativa na busca pelo primeiro gol. Porém, a primeira jogada de perigo foi a do Botafogo, aos 19 minutos. Diego Souza deu para Victor Rangel e o atacante, na meia-lua, bateu por cima do gol.

O Cruzeiro chegou com grande perigo aos 25 minutos e marcou o primeiro gol da partida. Thiago Neves conseguiu o escanteio e fez a cobrança na cabeça do zagueiro Cacá, na primeira trave, o zagueiro cabeceou firme, sem chances para Gatito Fernandéz. 0 a 1 Cruzeiro.

Aos 44 minutos, falta perto da área para o Botafogo. Luis Fernando foi para a cobrança e bateu à direita do gol defendido por Fábio.

Marcello Dias/Light Press/Cruzeiro


Segundo Tempo

A primeira chance de gol na segunda etapa foi do Botafogo. Aos 20 minutos, a bola foi lançada para o centroavante do adversário, na área, e Cacá chegou no momento exato para evitar o arremate para o gol.

No lance seguinte, aos 21, chute fortíssimo de Marcinho da intermediária com grande perigo, Fábio pulou e viu a bola passar perto da meta cruzeirense.

10 minutos depois, o Cruzeiro chegou com perigo. Thiago Neves cruzou para área, a bola foi desviada na primeira trave e Cacá cabeceou por cima do gol de Gatito.

Aos 38 minutos, nova investida do Botafogo. Cruzamento para área, Fábio afastou, a bola sobrou para Yuri, o lateral ajeitou e bateu por cima do gol cruzeirense.

No fim do jogo, aos 51 minutos, depois de se defender muito bem com a investida do Botafogo, a bola sobrou para Ariel Cabral na esquerda. O argentino invadiu a área e rolou para Éderson na entrada da área, o volante bateu de chapa e fechou o placar no Engenhão. 0 a 2 Cruzeiro.

Botafogo 0 X 2 Cruzeiro

Botafogo

Gatito Férnandez, Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Yuri; João Paulo, Gustavo (Vinícius Tanque) e Luis Fernando; Diego Souza, Leonardo Valência (Alex Santana) e Victor Rangel (Igor Castro)
Técnico: Alberto Valentim

Cruzeiro

Fábio, Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio, Henrique, Éderson, Marquinhos Gabriel (Dodô) e Thiago Neves; David (Sassá) e Fred (Ariel Cabral)
Técnico: Abel Braga

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Gols: Cacá aos 25 minutos do primeiro tempo, e Éderson aos 51 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Fabrício Bruno, Thiago Neves e Dodô (Cruzeiro)