Cães que avançavam em frequentadores do Parque Ipanema são capturados

Dois cães foram capturados no Parque Ipanema após inúmeras denúncias recebidas pela Prefeitura de Ipatinga de que estariam perseguindo e avançando nos frequentadores do espaço. Diante da informação, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) encaminhou os animais para que fossem submetidos a uma série de exames realizados pelo médico veterinário do setor.

Durante a avaliação foi detectado que um deles (macho) apresentou resultado positivo para o teste rápido de leishmaniose. Um exame de sorologia foi realizado para confirmar a doença no cão. Já o outro cachorro, também levado pelo CCZ, trata-se de uma fêmea, que permanece no local para participar de um programa de castração promovido por uma ONG de proteção aos animais.

O proprietário dos animais foi identificado como sendo um morador do bairro Novo Cruzeiro. Ele informou que durante o dia os cães ficam soltos e à noite dormem na casa dele. O dono ainda contou que recentemente ministrou uma dosagem de medicamento para controle de carrapatos e pulgas.

A Administração municipal esclarece que o monitoramento de cães soltos será feito constantemente, pelas Secretarias de Segurança e Convivência Cidadã (Sescon) e Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma).

"Animais que apresentarem comportamento agressivo em vias públicas estarão sujeitos a serem recolhidos e encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses para análise clínica", advertem as autoridades.