Thiago Neves quer voltar a ser decisivo

Atleta celeste quer voltar a brilhar para tirar o Cruzeiro do Z4

Bruno Haddad/Cruzeiro


Thiago Neves sempre foi tratado pela Nação Azul como craque decisivo, seja em títulos, jogos ou clássicos, e os números do camisa 10 celeste compravam o fato. Em 144 partidas pela equipe estrelada, o meia balançou as redes em 40 oportunidades, com 20 assistências. Esse ano foram oito gols e quatro assistências em 32 participações.

Nesta fase, com o time lutando para subir na tabela da competição e abandonar de vez a zona do rebaixamento, o craque sabe que precisa ajudar ainda mais os seus companheiros, e para ele a reação começará nesta quarta-feira, contra o São Paulo, no Mineirão.

“Da mesma forma que fui decisivo nos títulos, nas vitórias, em jogos importantes, acho que preciso ser decisivo nessa fase complicada que estamos passando para levantar o Cruzeiro, tirar o Clube dessa situação que está passando. O time não merece pelo elenco que tem, por tudo que passou nos últimos dois anos, então você pode ter certeza, estou me doando, estou me entregando, meus números provam isso a cada jogo. Às vezes você abre mão de ser o jogador decisivo, de fazer jogadas, para ser um jogador mais de marcação, como foi agora contra a Chapecoense. Eu quero ajudar, tenho corrido de 11 a 12 km por jogo, me empenhando, correndo por jogadores que estão cansados, então estou abrindo mão da parte técnica para botar um pouco mais de raça e vontade para que a gente consiga as vitórias que estamos precisando”, disse o craque.

“Sei da minha responsabilidade, sei do jogador importante que sou para o time, mas o time também não vinha bem, cheguei a sair do time. Minha cabeça não estava boa para jogar e isso tava influenciando dentro de campo. Hoje estou bem, estou motivado, tenho um treinador que está me ajudando demais está me dando confiança e é claro que quero voltar a ser esse jogador decisivo, preciso voltar a ser, torcedor espera isso e quero voltar a ser, quero voltar a ajudar. Então com o nosso time da forma que está jogando, melhor a cada jogo, isso me ajuda também. Pode ter certeza que me preparei para esse jogo estou motivado para jogar, não só esse como os outros também, e se Deus quiser farei uma boa partida e vou mostrar ao torcedor o que ele realmente quer ver”, complementou.

Thiago Neves reconhece que o time melhorou muito com a chegada de Abel Braga e que a vitória não veio por detalhes. Para o camisa 10, apesar da pressão sobre os jogadores, é preciso ter mais tranquilidade para o último passe, ou para a conclusão da jogada e isso é o principal trabalho feito pelo treinador cruzeirense.

“Melhorou muito porque a gente está jogando para cima de todo mundo, a gente respeita é óbvio, mas estamos jogando como tem que jogar o Cruzeiro, com a camisa que a gente tem, com os jogadores que tem. O Abel vem dando confiança a todos os jogadores, todos para ele são importantes, acho que era o que a gente estava precisando no momento. A sorte está um pouco longe, mas acima de tudo tem que ter tranquilidade, é um momento importante, de muita pressão, mas é preciso ter tranquilidade. Tem que estar tranquilo para fazer um gol, para dar um bom passe, é claro com responsabilidade, mas quando estivermos ali perto da área precisa ser um pouco mais frio para fazer os gols”, declarou.