Ceni deixa o Cruzeiro

Após desentendimento com parte dos jogadores, situação do técnico ficou insustentável

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Rogério Ceni não é mais o técnico do Cruzeiro. Um desentendimento entre o treinador e parte dos jogadores depois do empate com o Ceará, na noite dessa quarta-feira (25) foi à gota d’agua para sua saída. Anunciado no dia 11 de agosto, o técnico deixou o Fortaleza, especialmente, de olho na possibilidade de conquistar a Copa do Brasil. Não conseguiu seu objetivo e ainda deixou a equipe celeste na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O anúncio da saída do treinador foi feito ontem à tarde pela diretoria do Cruzeiro após uma reunião em sua sede.

O Cruzeiro trabalha agora para contratar o novo treinador. Dorival Júnior com um problema de saúde, já foi procurado, mas afirmou que não pode aceitar nenhum convite neste momento. O treinador vai passar por cirurgia no início de outubro. Felipão, Adílson Batista, Abel Braga, Fernando Diniz e Cuca, que deixou o São Paulo nesta quinta, são alguns nomes disponíveis no mercado.

Leia a nota do Cruzeiro

‘O Cruzeiro Esporte Clube informa que Rogério Ceni não é mais o técnico da equipe. A decisão foi tomada nesta quinta-feira e o treinador foi comunicado em reunião realizada com o vice-presidente de futebol Itair Machado, na Toca da Raposa 2, assim que a delegação chegou da cidade de Fortaleza.
Rogério Ceni deixa o Clube acompanhado de seus auxiliares Danilo Augusto da Silva, Charles Herbert e Nelson Simões Júnior’.