Zema compara situação do Estado com a de um doente com febre de 40º

Governador também responsabilizou, sem citar o nome, o seu antecessor, Fernando Pimentel (PT)

[imageme39454]O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), comparou a situação financeira do Estado quando assumiu o cargo, há nove meses, com a de ?um doente com 42 graus de febre?. 



Zema afirmou que hoje o Estado é um doente com ?talvez 40°? de febre. ?Tudo que estava gravíssimo no Estado, ainda está grave, mas menos grave?, afirmou ontem em entrevista à TV Vitoriosa, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. 

O governador disse ainda que o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) estava com pagamentos atrasados de quase dois anos. Segundo ele, o número caiu para oito meses.

Romeu Zema também aproveitou para atacar ? sem citar nome ? o ex-governador Fernando Pimentel (PT), responsabilizando-o pela crise financeira pelo qual passa o Estado.