Gari tem moto furtada em BH e faz apelo: 'eu preciso dela para trabalhar'

Renato Sá de Souza, de 36 anos, fez um desabafo em um vídeo que viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (17)

reprodução de vídeo


Renato Sá de Souza, de 36 anos, desabafou sobre o furto de seu meio de transporte
Em um vídeo que viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (17), o gari Renato Sá de Souza, de 36 anos, se indignou após ter a sua motocicleta furtada em frente o seu local de trabalho, no bairro União, região Nordeste de Belo Horizonte. Veja:



Em entrevista a O TEMPO, ele disse que chegou para trabalhar por volta de 8h, na rua Artur de Sá, próximo à avenida Cristiano Machado. "Eu parei a moto do lado de outras quatro, que são de colegas meus, igual eu faço todo dia. Quando eu fui embora 15h, ela já não estava mais lá", contou.

Renato, que mora no bairro Conjunto Paulo VI, na mesma região, fez um apelo para que o seu veículo seja recuperado. "Gari, o dia inteiro trabalhando debaixo desse sol quente. Eu preciso dessa moto para trabalhar", desabafou.

"Se você que me roubou, está vendo esse vídeo, olha como eu estou suado. Eu trabalhei o dia inteiro. Você não sobe como é difícil as coisas", disse.



Ele registrou um boletim de ocorrência na delegacia de furtos e roubos. A moto é uma Honda CG 150 preta, placa HFY-3938. Para quem tiver informações sobre o paradeiro dele, pode ligar para o telefone: (31) 98595-0912 ou para o Disque-Denúncia: 181.