Colegas acham que gravação de ?ameaça? de Magalhães se deu em reunião

Parlamentares chegaram a procurar grampo embaixo da mesa

Alex de Jesus/O Tempo


Wellington Magalhães
Na Câmara Municipal de Belo Horizonte, vereadores acreditam que as gravações de Wellington Magalhães (DC) com supostas ameaças ao vereador Mateus Simões (Novo) e ao promotor Leonardo Barbabella tenham sido gravadas na sala da presidência da Casa. Eles especulam que o fato tenha ocorrido em uma reunião da qual que participaram, além de Wellington Magalhães, a atual presidente Nely Aquino (PRTB), outros cinco vereadores, além do procurador da Casa e do delegado da Câmara.

Parlamentares desconfiaram até que haviam instalado um dispositivo embaixo da mesa pra gravar áudios ? e fizeram uma varredura, mas não acharam nada. Após a divulgação dos áudios, o vereador destacou que tudo não passou de um desabafo e que nunca ameaçou ninguém. Nely Aquino não foi encontrada para comentar o assunto.