Deputado diz que governo copia medida de Pimentel e ironiza 'Control Zema'

Líder da minoria na Assembleia, Ulysses Gomes (PT) citou antecipação de royalties do nióbio

GUILHERME BERGAMINI/ALMG - 28.4.2011


Deputado estadual Ulysses Gomes (PT)
Líder da minoria na Assembleia Legislativa, o deputado Ulysses Gomes (PT) ironizou a iniciativa do governo de Minas de antecipar os recebíveis da Companhia de Desenvolvimento de Minas (Codemig) referentes aos royalties do nióbio. Ele acusou o governador Romeu Zema (Novo) de adotar medida semelhante à do ex-governador Fernando Pimentel (PT).

?Isso é uma ação que o Pimentel fez à época e que foi barrada por liminar no Tribunal de Justiça e no Tribunal de Contas?, disse, referindo-se à tentativa do ex-governador de vender 49% dos ativos da estatal no início de 2018.

?O governador não está criando nada de novo. É o ?control Zema??, ironizou, numa referência ao comando adotado nos computadores para copiar determinado conteúdo (Ctrl + C). ?Se tivessem aprovado essa operação na época, o salário dos servidores não estaria parcelado?, acrescentou.