Câmara de BH aprova projeto que autoriza empréstimo para obras na Vilarinho

Prefeitura pode pegar US$ 85 milhões junto ao Banco Andino da Venezuela

Rodinei Carvalho/webrepórter

Foi aprovado, nesta terça-feira, em primeiro turno na Câmara Municipal de Belo Horizonte, por 34 votos a 4, projeto de lei que autoriza da Prefeitura de Belo Horizonte receber empréstimo para realização de obras na Vilarinho. 

No texto, o executivo municipal pede o empréstimo junto à Corporação Andina de Fomento de 85 milhões de dólares que serão utilizados para obras de microdrenagem nos córregos do Vilarinho, Nado e Isidório.

Vereadores contrários ao projeto afirmaram que a PBH não apresentou o projeto que será realizado e por isso não podem autorizar que a cidade assuma essa dívida sem nada especificado. 

?Não podemos assinar um cheque em branco para a  Prefeitura que não nos apresentou nenhum projeto?, afirmou Matheus Simões (Novo). 

O líder do governo, vereador Léo Burguês, afirmou que a Sudecap já apresentou soluções. No entanto, o vereador admite que a cidade ainda enfrentará dois períodos de chuva antes da conclusão das obras. 

?Nós devemos ainda fazer o projeto executivo, aprovar o empréstimo na instituição financeira para começar a tramitar, particularmente eu diria que vamos enfrentar mais dois períodos chuvosos antes dessas obras?, afirmou Burguês.