Agregado siderúrgico volta a ser entregue aos municípios

A AMVA informou que os trabalhos foram reiniciados por Mesquita e, paulatinamente, se estenderão a todos os demais municípios participantes.

Foto: Divulgação - ACS/AMVA

Os caminhões com o agregado siderúrgico (siderbrita) voltaram a abastecer os pátios das prefeituras

A Associação dos Municípios do Vale do Aço (AMVA) retomou as atividades do programa Caminhos do Vale que, no ano passado, melhorou sensivelmente grande parte das estradas vicinais e áreas degradadas rurais de 26 cidades do Vale do Aço. O programa, idealizado pela Usiminas, tem gestão operacional da entidade e, para 2018, ampliou o atendimento a outros 10 municípios do Leste Mineiro.

A AMVA informou que os trabalhos foram reiniciados por Mesquita e, paulatinamente, se estenderão a todos os demais municípios participantes. Em 2017, a Usiminas destinou cerca de 400 mil toneladas do agregado siderúrgico (siderbrita) às prefeituras, melhorando mais de 850 quilômetros de estradas rurais na região. Em contrapartida, as prefeituras desenvolvem ações socioambientais, principalmente, na área da preservação de nascentes.

Para este ano, ainda segundo a AMVA, serão liberadas 800 mil toneladas do produto que amenizou o sofrimento das comunidades rurais com as chuvas de fim de ano. “Pela primeira vez, em várias décadas, tivemos menos sofrimento para os moradores da nossa zona rural com as chuvas. Só quem convive com os transtornos desta época do ano sabe avaliar o valor deste programa para os pequenos municípios. Sou testemunha real da gratidão dos demais prefeitos à Usiminas”, frisou o presidente da AMVA e prefeito de Entre Folhas, Ailton Silveira.