Homem ameaça esposa de morte e acaba preso por estelionato

Com o suspeito, foram encontrados pelo menos 20 documentos de identidade com e sem foto, todos com nomes diferentes

Reprodução/Google StreetView


Crime foi descoberto na casa de um dos suspeitos, no bairro Atalaia, em Ribeirão das Neves
Acompanhado por um amigo de 26 anos, um homem de 39 foi até o trabalho de sua esposa para ameaçá-la de morte com uma arma de fogo em punho. O que ele não contava é que a vítima voltaria para casa, acionaria a polícia e os militares descobririam, na residência do casal, um vasto esquema para cometer golpes em bancos e comércios utilizando o nome de outras pessoas. 

Os dois homens, apontados como responsáveis pelo esquema, foram presos no imóvel do bairro Atalaia, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, no início da madrugada desta sexta-feira (23). 

Acionados, polícias militares foram até a residência na tentativa de encontrar a arma usada pelo suspeito para ameaçar sua mulher, de 40 anos. No entanto, logo que entraram pela porta da frente da casa, foram surpreendidos com inúmeros documentos de identidade espalhados no sofá da sala, muitos sendo preparados, ainda sem foto. 

A eles, a vítima contou que seu marido e o amigo dele costumam aplicar golpes em bancos e comércios da região se passando por outras pessoas. Havia cartões de lojas de eletrodomésticos e até de sapatarias e, nos documentos, mais de 20 diferentes nomes, femininos e masculinos. Assim, os militares descobriram que, pelo menos, três das vítimas que tiveram seus nomes roubados pelos criminosos chegaram a registrar boletins de ocorrência para denunciar a prática. 

A mãe do rapaz de 26 anos confirmou a versão da esposa do outro suspeito e garantiu que seu filho realmente pratica estelionatos. Logo que foi preso, o homem de 39 anos negou ter cometido qualquer crime e chegou a dizer que todas as identidades pertenciam apenas ao amigo, apesar de estarem sob sua posse, em sua casa. Os documentos falsificados foram apreendidos e os suspeitos encaminhados até a delegacia de plantão.