Fã de Sandy e Junior cai em golpe do ingresso falso e faz alerta

Homem de São Paulo se passou por vendedora para arrecadar o dinheiro de maneira ilícita


Negociação foi feita em discussão do evento no Facebook
Ansiosa por conferir de perto da dupla Sandy e Junior, que faz show na Esplanada do Mineirão, na Pampulha, no próximo sábado (17), a designer Artemis Mendes recorreu ao Facebook para adquirir ingresso da apresentação dos cantores. Só depois de combinar com uma possível vendedora a compra e depositar o dinheiro da entrada é que a mineira percebeu que havia caído em um golpe. Ela perdeu R$175. Os ingressos já se esgotaram.

Artemis explica que entrou em uma discussão no evento da rede social na qual acontecia troca de informações sobre compra e venda de ingressos. Lá, ela localizou uma internauta de nome Jéssica Silva, que anunciava a venda de duas meia-entradas no valor de R$ 350 cada. ?Entrei no perfil dela, vi que estudava na UFMG, com vários amigos. As fotos tinham muitas curtidas. Não parecia ser de um fake?, relata.

A designer a chamou para conversar no chat e acordou com Jessica que iria depositar metade do valor. ?Assim que isso acontecesse, ela me enviaria o ingresso por e-mail, e eu depositaria o resto?, relata. Assim combinadas, Artemis se dirigiu a um banco, onde realizou o depósito no nome de Vitor Henrique. ?Ela me disse que a conta seria do noivo dela. Até aí, tudo bem. Eu também faço isso, às vezes, com o meu marido?, diz.

Feita a operação, a designer mandou mensagem para a vendedora pedindo que o ingresso fosse encaminhado para o seu e-mail. ?Imediamente, ela me disse: já enviei. Nesse instante, já senti que tinha caído em um golpe?, relata, como de fato aconteceu. A partir daí, ela passou a entrar em contato com a vendedora até descobrir que, na verdade, tratava-se de um homem, o suposto noivo.

?Recebi a ajuda de algumas pessoas, consegui chegar ao número da mãe dele. Descobri, então, que, na verdade, ele é de São Paulo e que havia aplicado o mesmo golpe em várias pessoas. Com certeza, aquele perfil foi roubado?, afirma.

Dinheiro ainda não foi recuperado

Artemis fez boletim de ocorrência na Polícia Militar e pediu insistentemente que o homem devolvesse o seu dinheiro. ?Liguei várias vezes para ele, consegui descobrir até o endereço onde ele morava. Dizia: vi que você não tem boletim de ocorrência contra você, seria melhor se mantivesse assim?, lembra.

Mas nada disso fez efeito. Segundo a designer, o homem se fez de desentendido e não depositou o valor de volta. ?Ele chegou a me mandar um boletim falso de ocorrência registrado na Polícia de São Paulo dizendo que tinha sido roubado?, afirma. 

Em áudio, o homem chega a falar: ?você está louca, se roubaram você, me roubaram, não posso fazer nada?. Depois de tanto insistir, o golpista acabou bloqueando a designer das redes sociais e das ligações. Entretanto, o perfil ainda está visível para outros usuários.

Depois de muita dor de cabeça, ela quase desistiu de ir ao show. Mas acabou conseguindo comprar o ingresso com uma pessoa próxima por R$ 160 no espaço da pista. ?Se não fosse assim, teria desistido?, arremata.