Ifood se prepara para fazer entregas em drones no Brasil

Empresa vai iniciar testes ainda este ano em Campinas, objetivo principal é diminuir o tempo de entrega

Amazon/divulgação


Nos EUA, Amazon já faz entregas em domicílio com uso de drones
O iFood será a primeira plataforma de food delivery da América Latina a iniciar testes com uso de drones para entregas de comidas e bebidas. A empresa se uniu a Speedbird Aero (SMX), empresa que desenvolve e opera drones, e juntas irão desenvolver o projeto que tem sua primeira fase programada para ocorrer a partir de outubro em Campinas, São Paulo.

O projeto terá duas fases de operação, em uma o drone vai recolher os pedidos no shopping Iguatemi Campinas e os levará até o iFood Hub (um centro de expedição); em seguida as entregas serão encaminhadas ao consumidor final através de motos, bicicletas e etc. Na segunda operação, haverá uma rota do iFood Hub até condomínio residencial, que contará com um droneport, estrutura de onde decolam e aterrissam os drones. Ali, o cliente final vai poder retirar seu pedido.

O drone tem capacidade para transportar até 2kg, voa a 40 km/h, alcança uma altura de no máximo 60m, algo em torno de um prédio com 20 andares, e possui uma caixa térmica que mantém a temperatura dos alimentos. O Ifood espera reduzir o tempo de serviço, geralmente realizado entre 15 e 20 minutos, para dois minutos e meio, ou 150 segundos.