Dionísio terá eleição para prefeito em setembro

Pleito foi marcado pelo Tribunal Regional Eleitoral após cassação do prefeito e vice do município

Assessoria Prefeitura/divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) marcou para o dia 1º de setembro as eleições suplementares para prefeito e vice no município de Dionísio, na região Central do Estado.

O pleito foi marcado após aprovação pela Corte da resolução contendo o calendário e as demais instruções que vão orientar o processo no município.

As novas eleições ocorrerão porque a chapa eleita em 2016, com o prefeito Farias Menezes de Oliveira (PSL) e o vice-prefeito Emídio Braga Bicalho (PP), foi cassada pelo pela prática de conduta vedada em período eleitoral e abuso de poder político.

Às vésperas das eleições municipais de 2016, Frederico Coura Ferreira (então prefeito) e Emídio Braga (vice-prefeito reeleito) efetuaram doações de lotes à população carente de Dionísio, com conotação eleitoreira, revelando abuso de poder econômico e político em prol das candidaturas dos envolvidos.

Enquanto a eleição não é realizada, o presidente da Câmara Municipal, Ailton Artuzo (PR), continua respondendo pelo Executivo municipal.