'Golpe do cartão' faz 100 vítimas em MG, incluindo juízes e médicos

Suspeitos se passavam por funcionários do banco durante o crime

Polícia Civil apreende vários celulares e cartões na casa do suspeito


Polícia Civil apreende vários celulares e cartões na casa do suspeito
Um jovem de 27 anos foi preso nesta segunda-feira suspeito de estelionato em Ribeirão das Neves, na região metropolitana. A Polícia Civil informou que Frederico Dione Pereira Bittencourt é um dos líderes de uma quadrilha que aplica o ?golpe do motoboy? ou ?do cartão?.

A vítima mais recente perdeu R$ 30 mil, de acordo com o delegado José Olegário de Oliveira. A suspeita é a de que o grupo tenha feito cem vítimas ? entre elas juízes, médicos e desembargadores.

Segundo Oliveira, os criminosos ligam para as vítimas se passando por funcionários de bancos e informam um alto gasto no cartão de crédito. O usuário nega e o suposto funcionário pede que o cliente ligue para o banco para cancelar o cartão e a tal compra. Essa ligação é redirecionada para a central dos criminosos. 

?Nesse setor de cancelamento, eles informam que o cartão tem que ser cortado em determinado lugar e colocado em um envelope com uma carta explicando o uso indevido?, contou o delegado. Depois, o cartão passa a ser usado em compras de valor elevado. A polícia continua as investigações.