Galo leva a melhor contra Cruzeiro em mata-mata nacional; relembre

Primeiro confronto aconteceu em 1987, antes de reencontro no Brasileiro de 1999 e Copa do Brasil de 2014

Alex de Jesus


Atlético foi campeão da Copa do Brasil no confronto mais importante na história dos dois clubes
Nesta quinta-feira, Atlético e Cruzeiro farão um dos duelos mais importantes da história do clássico. Às 20h, a bola rola no Mineirão para o jogo de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil. A volta acontece na quarta-feira com mando de campo atleticano. Esta será a quarta vez que os dois rivais de Belo Horizonte irão se encontrar em fase de mata-mata em torneio nacional. Nas outras três realizadas até aqui, melhor para o Galo, que despachou o rival em todas elas.  Confira um resumo de cada um destes encontrosCampeonato Brasileiro de 1986 - Os dois times fizeram 28 partidas antes do clássico, que era válido pelas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro, que acabou acontecendo somente em 1987. Os dois jogos foram disputados no Mineirão, com um cenário bem diferente do atual, com as torcidas dividindo igualmente as arquibancadas do estádio.  No primeiro jogo, em um domingo, placar em branco, com o goleiro cruzeirense Gomes sendo o grande nome da partida. Na volta, na quarta-feira seguinte, o empate por 1 a 1 (gols de Sérgio Araújo e Douglas) classificou o time alvinegro, que havia feito melhor campanha na fase de classificação. A escalação do Atlético, comandado por Hilton Chaves, no jogo de volta, tinha: Pereira; Nelinho, Luizinho, Batista e Paulo Roberto; Elzo, Éverton e Zenon; Sérgio Araújo, Renato e Edivaldo. Já o Cruzeiro, do técnico Carlos Alberto Silva, entrou em campo com: Gomes; Balu, Geraldão, Gilmar Francisco e Genílson, Douglas, Ernani e Heriberto; Eduardo II, Hamilton e Edson.  Campeonato Brasileiro de 1999 - O Cruzeiro havia chegado para o duelo em melhor fase, que de pouco adiantou no clássico. Naquele mesmo campeonato, o time celeste venceu o rival por 3 a 0 ainda na fase de classificação. No jogo de ida, vitória atleticana por 4 a 2 (Guilherme e Marques anotaram duas vezes cada, enquanto Paulo Isidoro e Muller descontaram). Na volta, novo triunfo do Galo, desta vez por 3 a 2. O homem do jogo foi o atacante Guilherme, do Atlético, que fez dois gols antes de confirmar a eliminação azul.  Copa do Brasil de 2014 - Este pode ser considerado o encontro mais importante na história do clássico mineiro. Afinal, estava em jogo a taça da Copa do Brasil. Depois de vencer o primeiro jogo na Arena Independência por 2 a 0 (gols de Dátolo e Luan), o Atlético voltou a vencer a partida de volta, no Mineirão, por 1 a 0, com gol de Diego Tardelli. O Cruzeiro precisava de três gols de vantagem para levar mais uma Copa do Brasil. Foi a primeira conquista do Galo no torneio, o que lhe garantiu presença na fase de grupos da Libertadores, como cabeça-de-chave, no ano seguinte.