Servidores da educação protestam na Cidade Administrativa

Eles fazem uma paralisação geral contra a reforma da Previdência e contra o fim da educação integral

SindUte / Divulgação


O protesto começou por volta de 9h da manhã e há cerca de mil professores na manifestação
Os servidores da Educação realizam um protesto na Cidade Administrativa na manhã desta quinta-feira (11). Eles fazem uma paralisação geral contra a Reforma da Previdência e o fim da educação integral.Conforme noticiado pelo portal O Tempo, redução no ensino integral do Estado vai cortar 80 mil vagas. 

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute) o protesto começou por volta de 9h da manhã e há cerca de 1.000 professores na manifestação.

Ainda de acordo com o sindicato, na parte da tarde, por volta das 14h, os professores participam de audiência pública sobre os impactos da Reforma da Previdência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). 

"Os profissionais da educação pedem abertura de negociações com o governo, e afirmam que na educação não será aceita liquidação", informou o sindicato.