Deputado vai pedir demissão de secretário

Segundo o parlamentar, Germano Vieira seria um dos responsáveis pelo rompimento da barragem em Brumadinho

Depois de chamar o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, e o secretário de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais, Germano Vieira, de ?assassinos? e ?bandidos? pessoalmente durante sessão da Comissão Externa de Brumadinho, na Câmara, na semana passada, o deputado federal André Janones (Avante-MG) diz que vai enviar ofício ao governador Romeu Zema (Novo) exigindo a demissão de Vieira do cargo.

?Estamos pressionando e exigindo que ele seja exonerado. Ele tem que perder o foro privilegiado. Minha visão é clara: quem está contra o povo está contra mim, e eu estou contra quem está contra o povo. Se ele não quer um inimigo dentro da bancada, ele tem que ouvir as ruas. Não pode continuar usando o poder do Estado para abrigar um criminoso?, disse Janones.

A pressão do deputado, até o momento, tem sido feita por meio de redes sociais e no plenário da Câmara Federal, mas um ofício ao governador deve elevar o patamar do pedido. Segundo Janones, Vieira seria um dos responsáveis pelo rompimento da barragem em Brumadinho.

Na semana passada, durante um bate-boca com o secretário, ele chegou a afirmar que o chefe da pasta de Meio Ambiente de Minas seria um ?funcionário da Vale? e o chamou de ?moleque?. Apesar disso, Vieira disse que não pensava em processar o parlamentar.

Outro lado

Silêncio. Até o fechamento desta edição, a assessoria do governador de Minas, Romeu Zema, não havia se manifestado sobre o posicionamento do deputado André Janones.