ONG cria banco de perucas com cabelo natural para pacientes com câncer

Iniciativa recolhe mechas e as doa para mulheres em tratamento

Mulheres que perderam os cabelos no tratamento do câncer estão resgatando a autoestima e o sorriso com a criação do banco de perucas pelo Hospital Felício Rocho, em parceira com a ONG Fio de Luz. ?Geralmente, quando essas mulheres iniciam o tratamento, elas perguntam: ?Meu cabelo vai cair?? E nós somos sinceros, pois é uma resposta do tratamento. Elas se sentem desmotivadas. E a ONG Fio de Luz nos apresentou esse projeto, que é um gesto de amor em relação às pacientes?, conta a enfermeira do setor de oncologia do hospital, Ariana Martins.

Desde o dia 1º, quando o banco de perucas foi criado, 27 mulheres escolheram o cabelo ideal, de acordo com o perfil. Os fios naturais, que devem ter no mínimo 20 centímetros e estarem secos, podem ser doados no Ambulatório Oncológico do Felício Rocho, na Rua Aimorés, 3540, no Barro Preto, de 8h até 17h30. O material é repassado para a ONG, que hidrata os cabelos e faz as perucas. ?É muito gratificante o sorriso dessas pacientes. São cabelos naturais e as pessoas nem percebem que é uma peruca?, conta Ariana.

Ela ressalta que as doações são para pacientes particulares e do SUS do hospital, mas que alguém de fora, interessada em uma peruca, basta procura a ONG Fio de Luz, na Rua João Monlevade, 35, no bairro Jardim Leblon, região de Venda Nova.