Thiago Neves fará trabalho de reequilíbrio muscular para suportar temporada

Médico do clube, Sérgio Campolina detalhou o trabalho que o meia precisará passar; o jogador reclamou de dores na panturrilha lesionada

O médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, detalhou o trabalho de reequilíbrio muscular que o meia Thiago Neves vai passar nos próximos dias para estar 100% para a disputa da Copa Libertadores. A Raposa estreia no dia 7 de março, contra o Huracán-ARG.

TN10 reclamou de um desconforto na panturrilha direita, a mesma que o tirou de combate no início da temporada. "Ele teve um estiramento no começo do ano e agora uma dor na parte posterior da panturrilha. É o mesmo músculo, não a mesma lesão. Achei mais prudente dar uma controlada na carga para que, nos jogos mais importantes, ele esteja à disposição", analisou o médico cruzeirense.

O tratamento será conservador. "É um trabalho interno de reequilíbrio muscular, dentro da musculação mesmo, nada de imobilização. É um trabalho mais dinâmico, de recuperação mesmo", destacou Campolina.

Segundo o médico do Cruzeiro, esse tipo de lesão é comum em jogadores da idade de Thiago Neves, que tem 33 anos. "As lesões na panturrilha tem a ver com a idade do atleta. É por isso que estamos tendo uma cautela para não ter uma ruptura muscular. O estiramento é uma pré-lesão. A gente não observa só a dor mas a fibra. Vamos fazer uma 'intertemporada' para ele para deixá-lo bem para a Libertadores", destacou.

Campolina está confiante no retorno de Thiago Neves para a Libertadores. "Pelo andar da carruagem, sim. É difícil de bater o martelo, mas estamos trabalhando para liberá-lo para os primeiros jogos", destacou.