Senador Cory Booker anuncia candidatura a presidente dos EUA

No clipe, ele aparece em sua circunscrição de Nova Jersey, fazendo um apelo aos americanos pela unidade

O senador americano Cory Booker anunciou, nesta sexta-feira (1º), sua candidatura à eleição presidencial de 2020, engrossando as fileiras democratas, que tentam impedir que Donald Trump seja reeleito.

"Eu sou Cory Booker e vou disputar a presidência dos Estados Unidos da América", declarou este carismático congressista afro-americano e progressista de 49 anos, em um vídeo de pouco mais de dois minutos, enviado para seus simpatizantes.

No clipe, ele aparece em sua circunscrição de Nova Jersey, fazendo um apelo aos americanos pela unidade.

"A história da nossa nação está definida pela ação coletiva, pelos destinos entrelaçados dos escravos e dos abolicionistas, dos que nasceram aqui e dos que escolheram os Estados Unidos como sua casa", afirmou.

"Acho que podemos construir um país em que (...) vejamos o rosto dos nossos dirigentes na televisão e sintamos orgulho, não vergonha", acrescentou.

"Juntos, nos levantaremos", convocou.

Booker é o último democrata a divulgar sua pré-candidatura às eleições de 2020, após os anúncios feitos pelas senadoras Kamala Harris e Elizabeth Warren.

Outros potenciais candidatos democratas são Bernie Sanders, o também carismático Beto O'Rourke, o ex-vice-presidente Joe Biden e o milionário Michael Bloomberg.

A senadora Kirsten Gillibrand, pilar do movimento #MeToo, e a jovem ex-militar e congressista Tulsi Gabbard também aparecem como possíveis candidatas.