Bolsonaro chega ao Aeroporto de Confins de onde segue para Brumadinho

De acordo com a agenda divulgada pelo Planalto, às 10h40 Bolsonaro retorna à capital mineira para um "encontro de trabalho"

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou no início da manhã deste sábado (26) no Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele decolou em seguida em uma outra aeronave para sobrevoar a região de Brumadinho, onde houve o rompimento da barragem da mineradora Vale.

Logo em seguida ele retornará ao aeroporto de Confins, onde vai participar de uma reunião com o grupo criado para adoção de medidas para enfrentar os problemas gerados pela tragédia. A previsão é que essa reunião comece às 10h40. Também devem participar desse encontro  governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e outras autoridades que não foram confirmadas pela assessoria de imprensa. Ainda não há confirmação se o presidente irá fazer um pronunciamento ou até mesmo uma entrevista coletiva. Se isso ocorrer será no aeroporto de Confins, antes dele embarcar de volta para Brasília e após a reunião do grupo de trabalho.

A última estimativa dada pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Civil, neste sábado (26), era de que aproximadamente 350 pessoas estão desaparecidas, 189 foram resgatadas e nove óbitos foram registrados. 

Na sexta-feira, Bolsonaro fez um breve posicionamento sobre o caso. "Amanhã (sábado) pela manhã, juntamente com o ministro da Defesa, partiremos para Belo Horizonte e de lá será dada a essa delegação, o governador de Minas, onde sobrevoaremos a região para que possamos, mais uma vez reavaliando os danos, tomar todas as medidas cabíveis para minorar o sofrimento de familiares e possíveis vítimas, bem como a questão ambiental", afirmou.

Agenda

E já na manhã deste domingo (26), Bolsonaro viaja para São Paulo. Isso porque na segunda-feira ele passará por uma cirurgia de retirada de bolsa de colostomia, que foi implantada por conta da facada que levou durante ata de campanha eleitoral, no ano passado, em Juiz de Fora, Zona da Mata. Por conta disso, o presidente em exercício até quarta-feira será Hamilton Mourão (PRTB).