Mais quatro denúncias são registradas contra João de Deus em Minas

O último caso que chegou ao conhecimento das autoridades foi de uma pessoa de Uberaba, no Triângulo Mineiro

Mais quatro denúncias de abuso sexual contra o médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, foram registradas em Minas Gerais. Agora, são seis casos de denúncias contra ele apenas no estado mineiro.  

O último caso que chegou ao conhecimento das autoridades foi de uma pessoa de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Segundo a Polícia Civil, o registro foi feito na segunda-feira (10). A suposta vítima será ouvida e o caso será encaminhado para a cidade de Abadiânia, a 90 km de Goiânia, onde o médium realiza seus trabalhos espirituais.

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) informou que cinco pessoas procuraram o órgão para prestarem depoimento. 

Mais de 200 mulheres afirmaram ao Ministério Público ter sofrido abuso sexual de João de Deus, sendo 40 só no Estado de Goiás, onde o médium mora. 

O órgão criou uma força-tarefa em Goiás pra investigar João de Deus por abuso sexual.

Quatro promoteres trabalham no caso. Os casos de violência foram revelados na última sexta-feira (7) pela TV Globo.

De acordo com o  MP de Goiás, não está descartado medidas cautelares contra o médium, o que inclui uma possível prisão preventiva. 

Uma decisão pela prisão de João de Deus só será definida após o MP colher os depoimentos das acusadoras.