Motorista com sinais de embriaguez morde PM e acaba preso em BH

Homem ainda tentou intimidar militares afirmando que "tem muito dinheiro e a prisão não tem importância"

Um motorista de 28 anos foi preso, na madrugada deste sábado (24), no bairro Lourdes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Ele, que apresentava sinais de embriaguez, deu um "piti" durante o registro da ocorrência e chegou a morder um policial.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a corporação recebeu informações relacionadas a um homem que estava tentando realizar manobras na rua Bernardo Guimarães, esquina com rua São Paulo.

Na via, militares se depararam com o condutor, que desceu do carro cambaleando, com hálito etílico e sem conseguir passar informações coesas. No momento em que os agentes de segurança solicitaram que uma outra equipe levasse até o local um equipamento do etilômetro, o homem tentou fugir a pé e precisou ser contido.

Ele agrediu um dos policiais com socos e mordidas no rosto e na mão. O motorista ainda conseguiu correr até a avenida Olegário Maciel, onde foi contido novamente, e se negou a passar pelo testo do bafômetro.

O homem ainda tentou intimidar os policiais alegando que "tem familiares influentes na política, tem muito dinheiro e a prisão não teria importância". Ele precisou recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro-Sul. 

Já o militar foi socorrido para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, onde foi medicado e liberado. O motorista teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida e foi levado para o Detran. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a delegada de plantão do Detran ratificou a prisão do motorista. Ele foi autuado por crime de trânsito - dirigir embriagado - e por ofensa à autoridade e desobediência.

Somadas as penas, não cabe fiança ao motorista e ele já foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. De acordo com a corporação, ele já tinha registro policial por embriaguez ao volante.