Prefeitura e ACEGV acertam vinda de Terminal Intermodal para Valadares

O projeto é de grande importância para o desenvolvimento da cidade e toda a região

Divulgação/ PMGV


O prefeito André Merlo e o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares (ACEGV) Jackson Lemos receberam o diretor Comercial da VLI Logística José Osvaldo para acertarem os últimos detalhes do protocolo de intenções que será assinado em breve para a vinda de um terminal intermodal de cargas da VLI Logística para Valadares. Também participaram da reunião o secretário municipal de Desenvolvimento Carlos Teixeira, o deputado federal eleito Hercílio Coelho Diniz e seu assessor Nilton David Barroso.

De acordo com o prefeito, o empreendimento será um investimento muito importante para a cidade e toda a região. “Governador Valadares vai se transformar em um grande entroncamento de logística. A integração será semelhante à que ocorre com o transporte do minério de ferro. Nós temos rodovias, a ferrovia, o aeroporto, e, agora, com o Terminal Intermodal, vamos conseguir transportar produtos significativos para a nossa região, como soja, milho, granito e outras cargas que serão avaliadas. A expectativa é de que, assinando o protocolo, consigamos trazer investidores para a cidade e, com isso, agilizar a implantação deste projeto o mais rápido possível, pois Valadares precisa de investimentos e este é um passo importante”, explicou o prefeito.

O presidente da Associação Comercial Jackson Lemos explica que este é o início da retomada econômica de Valadares no Estado de Minas Gerais. “A implantação do Terminal Intermodal é fruto de um trabalho desenvolvido desde maio de 2017. Foram diversas reuniões para conseguirmos chegar a um modelo que atenda às nossas necessidades iniciais. Valadares, apesar de ser cortada pelas rodovias BR-116, BR-381, BR-259, pela Estrada de Ferro Vitória a Minas e ainda abrigar um aeroporto, nunca recebeu um projeto deste porte. Com a viabilização do terminal, será possível diminuir os custos para o agronegócio e, ao mesmo tempo, abrir um leque de oportunidades de atração de investimentos para a região. Este projeto colocará Governador Valadares de vez no mapa da logística brasileira”, prevê Lemos.

O secretário de desenvolvimento Carlos Teixeira esclareceu que os produtos em avaliação para serem transportados no primeiro momento são o milho e a soja, que têm um alto consumo na região. “Hoje, esses produtos chegam todos pelas rodovias. Com a implantação do terminal, o valor do frete por tonelada terá uma redução significativa. Os consumidores serão beneficiados com o menor custo e também será uma possibilidade de despertar empresários para investir na região, como avicultores, por exemplo, que já foram muito fortes na região de Valadares”, avalia o secretário.