Outubro Rosa começa com orientações e serviços em Valadares

Durante todo o mês, diversas ações serão realizadas para mobilizar sobre a prevenção do câncer de mama

O Grupo Rosa, formado pela Prefeitura e diversos outros parceiros, abriu na manhã desta segunda-feira (1º), no Mercado Municipal, as atividades do Outubro Rosa. E quem passou pelo local recebeu, ao som da Banda da 8ª Região da Polícia Militar (8ªRPM), orientações sobre o câncer de mama, cuidados com a saúde e sobre alimentação adequada. Também pôde usufruir de serviços como aferição de pressão arterial, testes de glicemia capilar, agendamento de mamografia (mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos), auriculoterapia e cortes de cabelo.

Para a secretária adjunta de Saúde, Margareth Alves, o evento é muito importante porque adverte sobre a necessidade do diagnóstico precoce e da propagação da informação sobre a doença. “Estar no Mercado Municipal e poder falar com este público é muito bom! Quanto maior o número de pessoas que atingirmos com as informações sobre a doença e o cuidado com a saúde da mulher, mais poderemos trabalhar para modificar a realidade do câncer na vida das pessoas diagnosticadas”, avaliou.

A aposentada Prezentina Alves de Souza, 68 anos, viu a movimentação e foi conferir. “Eu vim resolver outra coisa no Centro e, como faz tempo que não faço o exame, fui orientada e já deixei agendado”, revelou.

Divulgação/ PMGV


Somente no Centro Estadual de Atendimento Especializado (CEAE), já foram registrados 74 casos neste ano. Os trabalhos estão sendo intensificados desde o mês passado e, de acordo com a coordenadora do CEAE, Thalita Mayra Nunes Coelho Monteiro, o tempo é muito importante no diagnóstico e tratamento. “Quanto mais cedo for a descoberta e o início do acompanhamento, melhor vai ser o prognóstico, as chances de cura e, consequentemente, a melhora da qualidade de vida dessa paciente”, ressaltou.

Outro dado apontado pelo CEAE é que, mesmo sendo raro, o câncer de mama também pode acometer aos homens, por isso, eles não ficaram de fora no evento. O ambulante Carlos Nazian, 57 anos, ficou surpreso com essa informação. “Eu nem sabia dessa situação! Vou procurar me cuidar mais e ficar atento com minha saúde”, disse.

“Já confirmamos este ano três casos e vamos continuar orientando todos homens e mulheres para que se mobilizem e se cuidem porque a prevenção e o diagnóstico precoce fazem toda diferença”, afirmou Thalita.

As ações do Outubro Rosa são realizadas pelo Grupo Rosa, formado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude (SMCEL), FIEMG, Univale, AADORT, CDL/SICOOB Crediriodoce, Superintendência Regional de Saúde (SRS), Hospital Samaritano/ Clínica Samaritano, NEO e São Lucas Saúde/Hospital São Lucas.