'Nós precisamos usá-lo melhor', diz Mano sobre as atuações de Barcos

Técnico cruzeirense ainda destacou que não tem nada a reclamar do empenho do atacante, que fez apenas um gol em sete partidas pela Raposa

Barcos chegou ao Cruzeiro para solucionar o problema ofensivo da equipe, que acabou perdendo Fred por conta de uma grave lesão no joelho logo no início da temporada. Apesar de já ter atuado em sete partidas, o atacante marcou apenas um gol e vem sendo constantemente subsituído pelo jovem Raniel. Na classificação sobre o Santos, em partida disputada no Mineirão na noite dessa quarta-feira, Barcos comportou-se de forma tática na etapa inicial, mas acabou perdendo o fôlego no segundo tempo, sendo substituído.  Após a partida, Mano foi questionado sobre o desempenho do argentino, já contestado pela falta de gols. Apesar da ausência de bolas na rede, o técnico cruzeirense saiu em defesa do atacante e destacou que o time ainda precisa de ajustes para utilizar Barcos na plenitude de suas características de jogo.  "Toda vez que um centroavante faz gol, nós levamos a análise para a tática. Jogador é que joga para a equipe, faz pivô, mas eu sempre digo que o gol é mais importante para o centroavante do que para o treinador. Para o treinador, não faz diferença quem faz gol. Mas a equipe também precisa ser preparada para jogar com um jogador da característica dele. Nós precisamos usá-lo melhor e entender. A bola quando chega no Barcos, ela fica na posse do Cruzeiro. A movimentação complementar precisar ser melhorada, com conquistas, vitórias, é importante aproveitar este momento. Vamos aproveitar, estou satisfeito, não tem nada a reclamar de ninguém", analisou Mano Menezes.