No interior de MG, homem mata irmão por causa de desavença em venda de burro

O motivo da briga é que os dois não conseguiram se acertar em relação a divisão do dinheiro pela venda do animal

Um homem de 40 anos morreu depois de ser atingido por uma barra de ferro, no pescoço. Ele foi atacado pelo próprio irmão, de 22 anos. O crime aconteceu nesta quarta-feira (11),  em Januária, no Norte de Minas Gerais. O corpo de Célio Rodrigues de Matos foi enterrado nesta quinta-feira (12) no cemitério da cidade.

Segundo a Polícia Militar, a morte aconteceu, por volta de 13h, na comunidade de Barreiro do Tejuco, zona rural de Januária, onde a família mora. A vítima foi morta na frente dos pais. O suspeito do crime fugiu logo após matar o irmão.

Testemunhas contaram para a polícia, que os dois tiveram um desentendimento pouco antes do jovem atacar Matos. O motivo da briga é que os dois não conseguiram se acertar em relação a divisão do dinheiro pela venda de um burro.

Ainda segundo a polícia, tanto a vítima quanto o suspeito tinham ingerido muita bebida alcoólica e também tinham feito uso de drogas antes de brigar.

Logo após o ataque, a vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros para um hospital da cidade, mas morreu antes de entrar na unidade de saúde. A barra de ferro foi recolhida pela perícia da Polícia Civil que vai investigar o caso.