Campus Avançado do IFMG em Ipatinga começa a funcionar com 400 alunos

O prefeito Nardyello Rocha disse acreditar que a unidade se poderá se transformar na maior do Estado


Foi inaugurado o Campus Avançado do IFMG - Instituto Federal de Minas Gerais em Ipatinga. O complexo de ensino inicia a jornada de formação de técnicos e engenheiros em sua sede própria, gratuitamente, com 400 estudantes, um corpo de 20 professores e 13 técnicos administrativos, mas já vocacionado para a expansão. As instalações físicas comportam 1.400 alunos e, em seu discurso na solenidade, o prefeito Nardyello Rocha projetou com otimismo a ampliação desse contingente para 4.000, número que representa um recorde entre todas as outras unidades do gênero no Estado, proximamente obtido até o momento somente pela cidade de Bambuí, na região Oeste.

Para que o Campus Avançado seja elevado à tipologia de Campus, com estrutura para multiplicação do número de alunos à casa dos milhares, serão necessários 75 docentes e 40 técnicos administrativos, meta que requer uma série de ações combinadas, sobretudo gestões políticas.

Instalações

No primeiro piso do prédio, além do auditório, são 14 salas administrativas, oito salas de laboratório, uma biblioteca, área de copa/cozinha, quatro banheiros e uma lanchonete. O segundo piso tem ainda três salas administrativas, 14 salas de aulas, cinco laboratórios e dois banheiros. O complexo educacional reúne ainda uma subestação de energia, quadra poliesportiva e estacionamento para até 120 veículos. O Campus Avançado tem 8 mil metros quadrados de área construída, num terreno de 22 mil metros quadrados.


Valor social

Ex-estudante de escola municipal, que cursou o segundo grau com o benefício de bolsa-atleta e, a exemplo do atual prefeito, também nascido na cidade, como fez questão de ressaltar, o diretor geral da unidade, Alex de Andrade Fernandes, deu números para demonstrar a importância do ensino gratuito em Ipatinga. Segundo ele, entre os alunos hoje matriculados no IFMG local, mais de 80% são de famílias extremamente carentes, com renda de até um salário mínimo. A ideia é que, já em 2019, possa ser oferecida no Campus Avançado a opção do Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio, com envolvimento amplo das escolas da rede municipal e criação de uma ponte com empresas-âncoras da região. Em relação aos cursos superiores, o horizonte é mais sugestivo. Em 18 campi espalhados por Minas Gerais, o IFMG oferece 30 graduações diferentes e, também, pós-graduações.

Além da gratuidade dos cursos técnicos e superiores, o Instituto Federal de Minas Gerais garante provisão de transporte e alimentação aos estudantes necessitados, que são admitidos por meio de notas do ENEM e SISU e provas específicas.