Boateng fala em desastre e diz que Alemanha voltará mais forte

Zagueiro da seleção alemã publicou texto no Instagram e agradeceu o apoio dos torcedores durante a Copa da Rússia

Ausente na derrota da Alemanha por 2 a 0 contra a Coreia do Sul por causa de uma suspensão, o zagueiro alemão Jérôme Boateng classificou a eliminação na primeira fase da Copa do Mundo da Rússia como um desastre, mas prometeu que a seleção voltará mais forte. Em texto publicado em seu Instagram nesta quinta-feira (28), o jogador agradeceu ao apoio de torcedores, disse que volta para casa decepcionado e admitiu que a "Alemanha não entrou no torneio". Além da derrota para os sul-coreanos, o país perdeu na estreia por 1 a 0 para o México e só venceu a Suécia na segunda rodada por 2 a 1 graças a um gol de Toni Kroos no último minuto. Contra os suecos, Boateng foi expulso aos 36min da etapa final, após receber o segundo cartão amarelo no jogo. "Que desastre. A Copa do Mundo 2018 não foi como esperado. Eu continuo nervoso e desapontado, e ao mesmo tempo eu me sinto triste por todos nossos fãs que nos apoiaram no estádio, em casa ou em locais públicos. Nós realmente não entramos neste torneio. Nós tivemos nossas chances e continuamos jogando o tempo todo, mas simplesmente não funcionou", escreveu. "Quatro anos atrás nós estávamos no topo do mundo. Agora estamos lá no fundo. Estes são os dias na vida de um jogador de futebol que ninguém inveja. Mas essa é a vida. Tudo o que eu posso dizer é agradecer nossos fãs que sempre nos apoiam. Nós analisaremos o que aconteceu de errado e seguiremos em frente trabalhando como fizemos. Eu prometo que nós voltaremos fortes", completou. A Alemanha embarcou de volta para casa na manhã desta quinta-feira (28). Foi a primeira vez que o país foi eliminado em uma primeira fase de Copa do Mundo, sendo que os alemães defendiam o título conquistado em 2014 no Brasil.